Bom dia pessoal!

Hoje a publicação é de uma convidada especial, a Dra. Luciana Mara Soares. A história da Dra. Luciana tem muitas similaridades com a minha, e você pode aprender um pouco sobre o que passamos na nossa caminhada para fazermos a revalidação e nos tornamos dentistas nos Estados Unidos. Abaixo, nesta ótima postagem, você vai aprender um pouco sobre o que aconteceu pré-revalidação e o que a Dra. Luciana fez poucos anos antes de ser aceita na faculdade!

“Era abril de 2010. Numa noite chuvosa em Florianópolis eu escrevia um e-mail…“Tia Alice, como estão as coisas por aí? Eu estou bem aqui. Estou em Florianópolis desde quarta-feira num congresso com os melhores professores do mundo! Assisti uma aula com um professor da Uiversity of Southern California (USC). Lembro-me que uma vez você me contou sobre essa escola ficar perto da sua casa aí em Los Angeles. Me conte mais a respeito…”.

Tomada de emoções e extasiada por participar daquele evento, eu assistia pela primeira vez uma aula de um dos maiores palestrantes e pesquisadores do mundo na área da odontologia restauradora e que, mal sabia eu, seria meu mentor um dia. Imagina?

Em 2013, decidi iniciar uma nova etapa de vida e, com ela, viria minha jornada rumo à Los Angeles. Aqui, surgiriam as amizades, os primeiros sonhos, o desenvolvimento de uma nova língua, as experiências de uma vida diferente e o conhecimento de uma nação, suas culturas e valores. Minha tia já morava em Los Angeles há 50 anos e desde pequena lhe escrevia cartas dizendo que um dia iria morar com ela, naquela terra distante chamada Los Angeles. E não é que eu estava certa? Não preciso nem dizer que minha tia me abriu as portas para os Estados Unidos. Ali com ela, eu sabia que teria família, suporte e também uma casa pra ficar sempre que eu precisasse.

Nessas idas e vindas pra Los Angeles – em 2014 – tive a oportunidade de participar de um evento em Hollywood, o ISC Ceramic Symposium. Ali, pude assistir e admirar mais uma vez a odontologia mundial, os melhores palestrantes e assim, me maravilhava por um mundo novo que eu queria descobrir cada vez mais. Esse evento me abriu as portas para novas amizades e pude conhecer a USC pela primeira vez. Até então, só fazia parte da minha memória, lá daquele congresso de Floripa!

O tempo passou e em 2015 voltei pra Los Angeles em busca de novos desafios e oportunidades. Adorava cada momento: os congressos, os cursos de inglês, as aventuras por aquela imensidão da California. Eu sabia que cada desafio era uma conquista e, em cada conquista, nascia uma nova forma de ver a vida naquele país. E tudo valia a pena. Naquele ano fiz grandes amigos. Dentre eles, um casal querido que estava fazendo seu PhD com o professor Dr. Pascal Magne na USC. Um dia nos encontramos num evento do CDA (California Dental Association) e nos tornamos grandes amigos. Dali, eles me convidaram pra conhecer o laboratório e a universidade. E, claro, eu não imaginava que uma simples visita iria mudar completamente a minha trajetória. Acredite você ou não, assim aconteceu: “Luciana, por que você não vem ficar no nosso lugar com o professor Pascal no ano que vem? Ser sua nova Visiting Scholar?” Meu amigo dizia… E eu: “nossa, mas que loucura, não vou dar conta!”.

A experiência e o conhecimento adquiridos ao longo daqueles últimos 13 anos de formada, tais como a especialização e mestrado em prótese, inúmeros cursos, horas de mocho na clínica, pareciam pequenos comparados ao que eu teria que encarar. No entanto, eu sabia que estava apta e mais do que preparada para aquele desafio. Afinal, toda aquela bagagem conquistada me proporcionava uma combinação de habilidades que seriam fundamentais para trabalhar com o Dr. Pascal na USC: fotografia, manejo clínico dos materiais restauradores, conhecimento em pesquisa e metodologia científica e, claro, o inglês que eu já vinha desenvolvendo. Também não posso esquecer de mencionar que, logo de cara, eu me identifiquei com o Dr. Pascal, porque temos irmãos técnicos em prótese dentária e super talentosos. Não podia ser mera coincidência. Trabalhar lado a lado com meu irmão e ter “nascido” dentro do laboratório de prótese do meu pai (técnico há anos) foram minhas maiores inspirações, sendo assim, importantes para minha primeira identificação com o trabalho até a sua concretização.

Com a decisão de vir pra Los Angeles naquele ano, eu sabia que teria que abrir mão de algumas coisas, como estar longe da família e fechar minha clínica por um ano. Mesmo assim, decidi entrar de cabeça. Lembro-me de como foi aquele dia em que fui conversar com o Dr. Pascal e dizer das minhas pretensões em ser sua aluna para o ano seguinte. Com as mãos suadas e a fala tremida, ali começava a entender a filosofia de trabalho do Dr. Pascal: a Odontologia Biomimética. Bom, depois de conversarmos fui pra casa na esperança de receber seu e-mail de confirmação que, pra minha surpresa, veio no dia seguinte: “o lugar no lab está aberto pra você Luciana. Cheers!” Uauuu! Realmente fiquei muito, mas muito feliz!

Em 2016 embarquei rumo à Los Angeles. Naquele ano, pude aprender uma filosofia de trabalho que eu gostaria de praticar para sempre. Passava horas e dias a fio trabalhando no laboratório, ao lado do Dr. Pascal na clínica, e no laboratório de pré-clinica da graduação. Tive que aprender a solucionar os problemas que surgiam e tenho que dizer: está no nosso instinto a sobrevivência e o progresso.  Temos apenas que perder o medo e enfrentar o que há por vir.

Ao final daquela etapa pude concretizar dois trabalhos que seriam publicados em jornais internacionais reconhecidos. Uma vitória que, quando olho pra trás e vejo as dificuldades enfrentadas, dá pra respirar fundo e dizer que valeu cada minuto! Retornei para o Brasil após aquele ano, mas com a certeza de que iria voltar pra estudar na USC. Aquela nova maneira de enxergar a odontologia me fascinava e depois daquela experiência eu queria dar mais um passo adiante e embarcar em uma jornada que sempre havia sonhado e desejava percorrer: o título de DDS nos Estados Unidos. Mas esse é um assunto para um próximo episódio!”

Luciana Mara Soares

Graduação Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) 2003

Especialização e Mestrado em Prótese – São Leopoldo Mandic 2015

Visiting Research Scholar University of Southern California 2016

Aluna do Advanced Standings Program for International Dentist (ASPID) na Herman Ostrow School of Dentistry of USC (Graduação 2021)